Sociedade

Missionárias dominicanas apoiam formação de mulheres

A formação integral da mulher, da alfabetização ao ensino médio e superior, faz parte das prioridades sociais da Congregação das Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário em Angola, que completou ontem 100 anos de existência.

Missionárias dominicanas estão em Angola há 64 anos envolvidas na educação e saúde
Fotografia: DR

A responsável da congregação a nível nacional, madre Francisca Imaculada, disse, em declarações à Angop, que em Angola as Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário actuam, principalmente, como professoras em algumas escolas e enfermeiras em centros de saúde.
Num outro sentido, ajudam as mulheres nas comunidades nos ofícios de corte e costura e decoração, bem como incentivam as famílias a levar os filhos à escola, que é a principal porta de acesso ao trabalho digno e sustentável.
Com 39 missionárias, 18 noviças e algumas candidatas distribuídas em 10 comunidades, a  Congregação das Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário está em Angola desde 1954. Envolvidas maioritariamente na educação e saúde, estão presentes nas províncias da Huíla (Lubango e Quilengues), Cuanza-Sul (Waco-Kungo e Gabela), Luanda (Viana), Lunda-Norte (Cambulo) e Malanje (sede e Calandula).
Para manter os internatos, a Congregação conta com a colaboração das famílias e de algumas individualidades, sobretudo no capítulo de material escolar e alimentação.
As irmãs asseguram o alojamento às alunas provenientes de zonas com défice de escolas. Depois da formação, essas meninas tornam-se, elas próprias professoras. E se não serem forem candidatas à vida religiosa, são apenas acompanhadas academicamente pelas madres da Congregação.
Na Celebração Eucarística, que marcou o encerramento dos 100 anos da fundação da Congregação, o Arcebispo Metropolitano do Lubango, D. Gabriel Mbilingui, lembrou que as irmãs dominicanas devem ter a capacidade de viver em grupo, com sensibilidade aos problemas que afectam o povo.
Fundada a 5 de Outubro de 1918, no Peru, a Congregação das Irmãs Missionárias Dominicanas do Rosário estabeleceu-se na Huíla em 1996.
Em África, além de Angola, estão presentes nos Camarões, Moçambique e República Democrática do Congo. Além do Peru, no continente americano, estão na Bolívia, Chile, Equador, Guatemala, México, Nicarágua, Porto Rico e República Dominicana. Estão também presentes  na Austrália, China, Filipinas, Índia, Macau, Taiwan, Timor-Leste, Espanha e Portugal.
A Congregação das Missionárias Dominicanas do Rosário, cujo carisma é “evangelizar os pobres nas situações missionárias onde a Igreja mais nos necessite”, foi fundada pela madre espanhola Ascensão Nicol e por D. Ramón Zubieta, que morreu a 19 de Novembro de 1921, no Peru.

Tempo

Multimédia