Sociedade

Morreu jornalista da Angop

Rufino marcelino Morreu na manhã de sábado, dia 14, vítima de doença, o jornalista da Agência Angola Press (ANGOP), Rufino Manuel Marcelino.

Segundo fonte familiar, o jornalista queixou-se de um mal estar durante o banho matinal, tendo sido levado de urgência para uma unidade hospitalar, onde acabou por falecer momentos depois. Rufino Marcelino entrou para os quadros da ANGOP em 1990, como jornalista, passando pelos Desks Exterior Diplomático, Documentação, Social e à data da morte era subeditor do Desk Internacional.O malogrado nasceu em Luanda, a 8 de Julho de 1965 e deixa viúva e seis filhos.

Sindicado dos Jornalistas
O Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), em nota de condolências, lamenta a morte do jornalista da ANGOP Rufino Marcelina, ocorrido no sábado em Luanda vítima de doença. “O SJA endereça à família enlutada e à Agência Angola Press ( ANGOP) as mais sentidas condolências pela perda inesperada de um profissional que deixa um grande vazio dentro da classe jornalística e, em particular, ao nível do Desk Internacional da agência de que era subeditor”, refere a nota assinada pelo  seu secretário-geral.

Tempo

Multimédia