Sociedade

Os idosos precisam de ser protegidos

Mazarino da Cunha

O abandono familiar, a acusação de feitiçaria, doenças como a tuberculose, VIH-Sida e outras de natureza crónica foram apontadas como as principais causas de recolhimento no Lar de Assistência à Pessoa Idosa - Beiral, em Luanda, segundo informação avançada ao Jornal de Angola por Maria Nazaré.

A responsável que falava à margem da palestra realizada na quarta-feira em alusão ao Dia Mundial da Consciencialização de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa, que se assinala hoje, dia 15 de Junho, disse que dos 97 idosos que o lar acolhe nenhum foi levado por motivos de agressão física.
Exemplificou que do inquérito feito pela direcção do Beiral, o abandono familiar, a acusação de feitiçaria, doenças como tuberculose, VIH-Sida, são as principais causas de abandono familiar.
Alguns dos mais velhos chegam até ao lar com a ajuda da Polícia Nacional, enquanto os doentes são encaminhados pelas unidades hospitalares públicas.
Com capacidade de albergar 90 pessoas, frisou Maria Nazaré, o Beiral controla actualmente 97 idosos e tem 50 funcionários distribuídos pelas diferentes áreas, que garantem o funcionamento diário da instituição.
Sebastião António, 86 anos, natural de Malanje, disse que foi parar ao Beiral porque sentia-se inseguro depois de ter perdido o endereço dos familiares, há mais de seis anos. Militar na República Democrática do Congo (RDC) disse que apesar dos cuidados que recebe dos funcionários e da direcção sente a ausência da família. Disse ainda que a vida que leva assemelha-se às peripécias vividas enquanto militar na RDC.
A psico-terapeuta, Adalgisa David, convidada ao evento para dissertar sobre o tema "Ame o seu Cérebro", frisou que o Dia Mundial da Consciencialização de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa tem de estar presente em cada um de nós todos os dias e não apenas uma vez por ano.
Adalgisa David disse aos idosos que não devem deixar que a aparente velhice física tome conta da mente. No entender da palestrante, o avançar da idade é apenas uma fase da vida e não o fim da mesma, como muitos idosos e até mesmo jovens pensam.

Tempo

Multimédia