Sociedade

Pai mata filha menor por acreditar em traição da mãe

Carlos Paulino | Menongue

Um agente da Polícia Nacional foi detido na segunda-feira, em Menongue,no Cuando Cubango, acusado de matar, por espancamento, a filha de dez anos, por acreditar ser resultado de uma traição da mulher.

Joaquim Augusto Camanga, de 39 anos, agrediu a criança, na noite do dia 15 deste mês, quando chegou, em estado de embriaguez, a casa, no bairro Castilho, arredores da cidade de Menongue.
Depois de ter pedido à mulher, Abiana Alfredo Mussende, que fizesse o jantar, Joaquim Camanga insurgiu-se contra a criança, que estava ao lado da progenitora, aplicando-lhe chapadas no rosto e pontapés no abdómen e no tórax, tendo a agressão causado ferimentos graves.O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC) no Cuando-Cubango, Paulo Dias de Novais, disse que, depois de ter espancado a filha, o agente da Polícia abandonou a moradia e a mu-lher, com medo de que seria interrogado. 

 


Tempo

Multimédia