Sociedade

Países africanos analisam educação

Especialistas de 20 países de África estão reunidos em Maputo para traçar planos de desenvolvimento na Educação, com destaque para as áreas de expansão, economia e excelência no ensino pré-primário.

Educação em África é tema de debate em Moçambique
Fotografia: AFP

Os delegados representam as regiões oriental, ocidental, central e austral do continente na conferência que termina hoje em Maputo.
Ao falar na abertura do seminário, em Maputo, o representante do Unicef, Marcoluigi Corsi, manifestou preocupação com a educação da primeira infância e ilustrou experiências com os parceiros locais.
“O Ministério de Educação e Desenvolvimento Humano e o Unicef, em Moçambique, decidiram incluir aprendizagem da primeira infância no seu Programa Nacional de Cooperação para o período 2017-2020. Pretendemos nos primeiros quatro anos trabalhar com o Governo e parceiros na planificação da expansão de oportunidades de aprendizagem pré-primária para crianças pequenas, especialmente as mais desfavorecidas”, disse.
O representante da agência das Nações Unidas afirmou que quanto mais crianças tiverem acesso a programas de aprendizagem de boa qualidade, melhor será o desempenho na escola primária.
“Dados do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano mostram que em 2012 em Moçambique apenas quatro por cento das crianças entre zero a cinco anos  beneficiam de algum tipo de educação pré-escolar formal”, concluiu.

Tempo

Multimédia