Sociedade

Papa recebe hoje bispos da CEAST no Vaticano

O Papa Francisco recebe hoje, no Vaticano, os bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), que estão em Roma desde o passado dia 9, para a tradicional visita “Ad Limina Apostolorum”.

Bispos de Angola e São Tomé são hoje recebidos pelo Papa
Fotografia: DR

Durante a visita ao Vaticano, a missão episcopal de Angola e São Tomé reuniu-se com as mais diversas Congregações e Dicastérios da Cúria Romana.
“Contactos de fé e de comunhão, à luz das últimas e actuais exortações do Sumo Pontífice e a caminhada da Igreja” são os aspectos observados durante a visita, disse o porta-voz da CEAST, D. Belmiro Cuica Chissengueti.
Um dos pontos altos da visita “Ad Limina” é a apresentação ao Papa do relatório completo sobre a situação das dioceses em Angola e São Tomé. “Nesse relatório, os bispos prestam contas da sua administração ao Papa e à Santa Sé. É um relatório minucioso sobre a situação geral e o estado específico de cada diocese. Esse relatório deve ser entregue até seis meses antes da visita e não menos de três do início desta”, explicou.
D. Belmiro Cuica Chissengueti garantiu que as dioceses que integram a CEAST já enviaram os relatórios à Santa Sé em Março, e nos documentos estão espelhados os principais desafios e preocupações da Igreja em Angola e São Tomé.
Já se passaram oito anos desde a última visita dos bispos da CEAST a Roma, mas D. Belmiro garantiu que não se criou nenhum vazio, a comunhão com o sucessor de Pedro permanece e a Igreja continua em harmonia com o Santo Padre, obedecendo às orientações de uma Igreja que caminha firme há mais de 2000 anos.

Visita aos Espiritanos

Os bispos da CEAST deslocaram-se, sábado, à Casa Geral dos Missionários Espiritanos, em Roma, para agradecer a missão espiritana “do passado e do presente em território angolano”.
O encontro contou com a presença do superior-geral, padre John Fogarty, bem como todos os conselheiros gerais e coordenadores dos serviços da congregação, sediados em Roma.
D. Filomeno Vieira Dias, presidente da CEAST e arcebispo de Luanda, agradeceu a missão espiritana do passado e do presente em território angolano e confessou “que quase todos os bispos foram formados ou marcados por espiritanos, recordando ainda o imenso património que as dioceses e paróquias angolanas herdaram destes missionários a quem a Igreja e a sociedade angolanas tanto devem”.
O padre John Fogarty, em nome da congregação, falou das “páginas belas e ousadas de missão que foram escritas (e continuam a sê-lo) por terras de Angola há mais de 150 anos” e justificou a “excelente relação entre as duas entidades com o facto de haver três bispos espiritanos na Conferência Episcopal de Angola e São Tomé, D. Benedito Roberto, D. Gabriel Mbilingi e D. Belmiro Cuica Chissengueti, todos ali presentes”.

D. Rajic deixa Angola

D. Petar Rajic foi nomeado sábado, pelo Papa Francisco, Núncio Apostólico na Lituânia, Europa, no dia em que completou quatro anos como Núncio Apostólico em Angola e São Tomé e Príncipe.
D. Petar Rajic nasceu em Toronto,Canadá, no dia 12 de Junho de 1959. Foi ordenado sacerdote no dia 29 de Junho de 1987 e incardinado na Diocese de Trebinje-Mrkan, Bósnia Herzegovina.

Tempo

Multimédia