Sociedade

Papa fala da protecção contínua do ambiente

O Papa Francisco defendeu, quarta-feira, no Vaticano, a implementação de uma cultura de defesa do Ambiente, associando-se à Jornada Internacional pela redução dos desastres naturais, que se celebra hoje.

Papa Francisco defende uma cultura de defesa do Ambiente
Fotografia: AFP

“Renovo o meu forte apelo pela salvaguarda da criação através de uma tutela e um cuidado cada vez mais atentos ao ambiente”, disse, no final da audiência pública semanal, que decorreu na Praça de São Pedro.
Francisco encorajou as “instituições e os que têm responsabilidades públicas e sociais” a promover uma “cultura que tenha como objectivo a redução à exposição aos riscos e às calamidades naturais”.
“As acções concretas, dirigidas ao estudo e à defesa da casa comum, podem reduzir progressivamente os riscos para as populações mais vulneráveis”, acrescentou o Papa.
O Papa aludiu ainda ao Dia Mundial da Visão, celebrado ontem, deixando uma palavra de proximidade aos invisuais. A tradicional catequese semanal continuou as reflexões sobre o tema da esperança, sublinhando que, para os crentes, o futuro não é apenas fruto das suas mãos mas também “da preocupação providente de um Deus que é todo misericórdia”.
“Estamos convencidos de que nada é inútil nem vazio nem fruto do acaso, mas que cada dia esconde um grande mistério de graça e de que no nosso mundo não precisamos de mais nada do que uma carícia de Cristo”, disse o Papa.

Tempo

Multimédia