Participantes ganham prestígio em feiras mundiais de inventosnais

Kilssia Ferreira |
7 de Abril, 2017

Fotografia: Eduardo Pedro | Edições Novembro

Desde a sua primeira participação, em 2009, na Feira Internacional de Ideias, Invenções e Novos Produtos, Angola conquistou nas melhores feiras de inventores do mundo  58 medalhas, sendo 11 de ouro, 20 de prata e 27 de bronze.

A informação foi avançada pelo director-geral do Centro Tecnológico  Nacional, Gabriel Luís Miguel, no quadro da preparação da 8ª edição  da Feira do Investidor/Criador Angolano (FEICA), a realizar-se de 26 a 30 de Abril.
O Ministério da Ciência e Tecnologia  tem cadastrados  194 inventores e criadores angolanos,  sendo 158 homens   e 36 mulheres.
 Deste número,  155 são provenientes do ensino geral e 36 do ensino superior.  As áreas com maiores números de inventores são os curso de  Mecatrónica,  com 155 cadastrados, Ideologia da Arte  e de Medicina que perfazem um total de 36.
Gabriel Luís Miguel  disse que a cada ano que passa, o  processo de selecção tem sido mais rigoroso, “porque as  exigências são maiores,”
Em 2015,   o Ministério da Ciência e Tecnologia atribui um total de 50 medalhas aos melhores projectos  apresentados nas feiras realizadas em Angola.  Gabriel Luís Miguel disse que o Ministério da Ciência e Tecnologia  tem  um programa  de identificação, selecção e motivação  de talentos,  a nível nacional,  com o objectivo  de tornar  Angola numa sociedade de conhecimento e os jovens devem trabalhar para isso.
O director do Centro Tecnológico  Nacional esclareceu, também,  que o Ministério da Ciência e Tecnologia é o único órgão com competência  para certificar um  inventor.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA