Sociedade

Polícia deteve ontem um dos seis suspeitos

André da Costa

Um cidadão foi detido ontem, pela Polícia Nacional por supostamente estar implicado no assassinato do médico cirurgião Fernando Jorge, 57 anos, ocorrido na madrugada de domingo, no bairro da Vidrul, município de Cacuaco, em Luanda, estando os outros cinco implicados em fuga.

SIC promete intensificar diligências para prender os culpados
Fotografia: Maria Augusta | Edições Novembro

O intendente Mateus Ro-drigues afirmou ao Jornal de Angola que o grupo era composto por seis meliantes e o Serviço de Investigação Criminal está a fazer todos os esforços visando a detenção dos restantes suspeitos, no sentido de serem responsabilizados criminalmente.

O crime ocorreu durante a madrugada, quando os meliantes arrombaram a porta da residência do médico, exigindo entrega de dinheiro. Augusto Jorge, filho do malogrado, disse ao Jornal de Ango-la que o pai entregou 50 mil kwanzas. Inconformados com a quantia, um dos meliantes desferiu vários golpes com faca no peito, causando a morte imediata da vítima.
Na segunda-feira, a Polícia Nacional deteve um cidadão de 19 anos, por supostamente ter assassinado à facada um jovem da mesma idade. O caso ocorreu no bairro São João, rua do Layaya, Distrito Urbano do Hoji-ya- Henda, município do Cazenga.
O incidente aconteceu na sequência de uma rixa entre dois grupos rivais de marginais, tendo o acusado, que fazia parte de uma das partes, desferido golpes de faca no pescoço da vítima, acabando esta por morrer no Hospital Américo Boavida.

Mata mulher por usar saia curta
Ainda ontem, as forças policiais afectas ao Comando Municipal de Belas, prenderam um cidadão angolano, 55 anos, por matar a esposa, de 50, à pancada por usar uma saia curta.
O crime ocorreu no bairro Mundial, Distrito Urbano do Morro dos Veados, quando o casal se encontrava num óbito, tendo o homem repudiado a mulher devido à saia curta que trajava. A situação gerou desentendimento, se-guido da agressão física que culminou em morte.

Tempo

Multimédia