Sociedade

Polícia namibiana acusada de espancar jovem angolano até à morte

Um cidadão angolano, de 36 anos, que em vida se chamou Emanuel da Cruz, foi brutalmente espancado até à morte, na localidade fronteiriça da Santa Clara, zona neutra entre Angola e a Namíbia, por elementos supostamente pertencentes à Polícia namibiana.

Fotografia: DR

Segundo testemunhas, a vítima um conhecido comerciante de combustível, que adquiria o produto em Angola e vendia naquela região fronteiriça entre os dois países, sendo os seus clientes maioritariamente cidadãos daquele país, foi surpreendida por vários elementos supostamente pertencentes à Polícia namibiana e espancada, sem uma razão aparente.

Tempo

Multimédia