Sociedade

Príncipe Harry chega amanhã a Angola

O Príncipe Harry, efectua a partir de amanhã até sábado, uma visita a Angola, com início na província do Cuando Cubango, no município do Dirico.

Duque de Sussex, Henry Charles Albert David "Príncipe Harry"
Fotografia: DR

Um comunicado da Casa Civil do Presidente da República indica que, no sábado, o Duque de Sussex, Henry Charles Albert David "Príncipe Harry", do Reino Unido e da Irlanda do Norte é recebido, em audiência, pelo Chefe de Estado, João Lourenço, e tem um encontro com a Primeira-Dama, Ana Dias Lourenço, numa reunião em que vai ser informado sobre a campanha "Nascer Livre para Brilhar", que tem como objectivo reduzir a transmissão do HIV/Sida de mãe para filho.
Amanhã, no Dirico, o Príncipe Harry vai inteirar-se do processo de desminagem, os benefícios para a população local e para a conservação da biodiversidade. No dia seguinte, está prevista uma deslocação à província do Huambo, para visitar o Centro de Medicina Física e Reabilitação, instituição do Sistema Nacional de Saúde que vai passar a chamar-se “Centro de Medicina Física e Reabilitação Princesa Diana”, em homenagem “àquela importante entidade da realeza britânica, pelo empenho na proibição das minas terrestres”.
A campanha, lê-se no comunicado, atingiu o ponto mais alto com a visita efectuada a Angola, em 1997, pela Princesa Diana, também conhecida como a "Princesa do Povo".
“A visita do Príncipe Harry vai, certamente, impulsionar o apoio internacional às acções de desminagem no território nacional, o que irá permitir o iní-
cio da implementação dos programas de conservação e protecção das áreas de valor natural, tornando-as seguras quer para a população, quer para o turismo, estimulando, deste modo, novos fluxos de financiamento para a preservação da natureza”, destaca a mensagem da Casa Civil do Presidente da República.

África do Sul
A visita de 10 dias dos integrantes da família real ao continente africano iniciou domingo, na Cidade do Cabo, África do Sul. “Enquanto alguém que já visitou este país fantástico muitas vezes, e enquanto alguém que considera a Cidade do Cabo como um lugar especialmente único em África, quis garantir que a nossa primeira visita como família - com a minha mulher ao meu lado - se focasse nos desafios importantes que enfrentam milhões de sul-africanos, reconhecendo, ao mesmo tempo, a esperança tão forte que sentimos aqui”, afirmou o Príncipe Harry, citado pelas agências internacionais.
“Estou aqui convosco enquanto mãe, esposa e mulher, uma mulher de cor e como vossa irmã”, afirmou Meghan, na Cidade do Cabo, recebendo fortes aplausos, no primeiro de 10 dias do périplo por vários países africanos. O Príncipe Harry e a esposa vão estar ainda três dias no Malawi, antes de regressarem à África do Sul, onde, em conjunto com Meghan Markle, vai encontrar-se, na quarta-feira da próxima semana, com a antiga primeira-dama Graça Machel, concluindo a visita com uma audiência com o Presidente Cyril Ramaphosa.

Tempo

Multimédia