Sociedade

Professores primários estão a ser refrescados

Rodrigues Cambala

Pelo menos  5.600 professores da província de Luanda vão receber formação, até Dezembro do corrente ano, no  âmbito do projecto CAPPRI (Capacitação para Professores Primários), levado a cabo pelo Ministério da Educação.

Professores em Luanda vão receber formação durante 15 dias
Fotografia: Vigas da Purificação | Edições Novembro

O projecto, apresentado ontem, tem início nos municípios de Luanda e vai beneficiar 225 mil alunos. Até 2023, o Ministério da Educação prevê capacitar 49.854 professores em todo o país.
A ministra da Educação, Maria Cândida Teixeira, disse que o projecto visa melhorar o desempenho de cada professor primário, a qualidade e a metodologia do seu trabalho na sala de aula, com vista a estimular o aluno a desenvolver melhor as suas capacidades, habilidades e valores.
O projecto torna o professor num modelo a seguir, disse a governante, que entende que o docente deve ser um exemplo de dedicação, de ajuda e de sabedoria.
Um estudo recente do Ministério da Educação informa que a percentagem de aproveitamento académico dos alunos por província, município e escola foi de 55 por cento e a competência profissional está na ordem dos 49 por cento.
CAPPRI é um projecto de capacitação para professores primários, a nível nacional com diferentes fases de implementação, visando preparar os docentes para fazerem o seu trabalho de forma fácil, apelativa e inovadora, em três áreas essenciais:  leitura e escrita, matemática e desporto, arte e cultura.
Maria Cândida Teixeira destacou a importância da capacitação dos professores por terem responsabilidades na formação dos cidadãos de sucesso, e sublinhou que, através da metodologia “ensinar a ensinar”, o projecto CAPPRI introduz no dia a dia do professor uma nova metodologia de ensino que facilita a aprendizagem dos alunos e motiva o professor para o gosto de ensinar.
Os professores capacitados vão ter manuais de guia que abordam a importância das crianças com necessidades educativas especiais para estarem inseridas no sistema de ensino normal. Entretanto, o projecto de Capacitação para Professores Primários está focado em todas as classes do ensino primário, ou seja, da primeira à sexta classe.
A coordenadora do projecto, Leonor Machado, explicou que a metodologia “ensinar a ensinar” contém  formação teórica, prática e o guia pedagógico, que contempla um programa do ensino primário com novas formas de abordagem nas várias áreas do conhecimento.
O projecto CAPPRI vai funcionar em Luanda com 21 educadores e a formação vai decorrer em dois períodos do dia, durante 15 dias.
Leonor Machado admitiu que o projecto vai melhorar o desempenho dos professores, a metodologia do ensino, o desenvolvimento da motivação, a competência dos alunos e o aproveitamento escolar.
Anualmente, os professores  capacitados vão receber formação para avaliar o grau de implementação dos conhecimentos adquiridos. O valor de cada professor capacitado no projecto CAPPRI é de 40 mil kwanzas, e para cada criança com impacto no projecto é abaixo de mil kwanzas.

Tempo

Multimédia