Sociedade

453 cidadãos detidos por crimes diversos

André da Costa

Ao todo, 453 cidadãos, acusados do cometimento de vários crimes, foram detidos pela Polícia Nacional, no âmbito da “Operação Reforço”, em curso desde Julho deste ano, na província de Luanda, informou fonte comando provincial.

Polícia Nacional na capital não tem dado tréguas a marginais
Fotografia: José Soares

O director do Gabinete de Comunicação Instituição e Imprensa do Comando Provincial de Luanda, intendente Hermenegildo Adelino, disse que, deste número, constam um detido por homicídio voluntário, 12 por violação sexual, seis por tentativa de violação e 22 jovens por ofensas corporais.
O responsável informou que foram detidos oito cidadãos por posse ilegal de arma de fogo, 13 por tráfico de drogas e outros elementos não quantificados, que se encontram detidos por contrabando de combustível e por desacato aos agentes da autoridade.
Além disso, foram apreendidas oito armas de fogo, 40 sacos de 25 quilogramas com liamba, 254 viaturas de diversas marcas e modelos por diversas infracções ao Código de Estrada.
Deste número, constam 117 viaturas apreendidas por troca de motor e alteração do chassi e outros 117 veículos por falta de licença para exercício de actividade de táxi.
Hermenegildo Adelino disse que a Polícia deteve outros 145 cidadãos por desobediência, por comercializarem produtos em locais impróprios. Acrescentou que, em consequência disso, foram encaminhados ao tribunal e condenados à pena de 10 dias a seis meses de prisão, convertidas em multa no valor de oito a 55 mil kwanzas.
No quadro do combate à imigração ilegal, o intendente deu a conhecer que estão detidos 13 cidadãos estrangeiros de várias nacionalidades, dos quais nove em situação ilegal, quatro em situação migratória irregular e aplicadas 10 multas.
A corporação apreendeu, no município de Icolo e Bengo, uma máquina fotocopiadora e várias cédulas de 100 dólares falsas.

Tempo

Multimédia