Sociedade

Cirurgia contra fístula obstétrica feita no Uíge

Uma campanha cirúrgica contra a fístula obstétrica está a ser desenvolvida no município da Damba, província do Uíge, pelo Ministério da Saúde (MINSA).

Abscesso anal em mamífero
Fotografia: DR

A campanha, que decorre na Maternidade Rainha Santa até 25 de Julho, está a ser assegurada por uma equipa integrada por sete médicos nacionais e estrangeiros, dos quais um irlandês, uma do Panamá, residente no país e um italiano.

Hoje, no primeiro dia, foram operadas 10 mulheres, sendo que a meta é atender 250 pacientes que padecem da doença.Pacientes já atendidas afirmam, em declarações à Angop, ser um alívio livrar-se da doença e do estigma a que muitas estão votadas na sociedade, por causa desta patologia.

Joana da Ressureição, de 34 anos, proveniente de Malanje, é uma das primeiras a ser operada no primeiro dia da campanha. Disse que procura por tratamento médico há vários anos, mas nunca encontrou a cura para o seu problema. Satisfeita com os resultados da cirurgia, considerou a campanha como uma revolução para as mulheres que vivem com a doença.

Tempo

Multimédia