Sociedade

EPAL faz limpeza no canal de Kassaqui

A Empresa Provincial de Águas de Luanda (EPAL) realiza trabalhos de limpeza no canal do Kassaqui (Calumbo ), no sentido de melhorar os níveis de distribuição no sistema três no Kikuxi (Viana).

EPAL pretende melhorar a distribuição de água
Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro

A informação foi avançada na sexta-feira pelo director de produção, Albano Neca, que sublinhou que a manutenção do canal do Kassaqui vai permitir que a água nas estações de bombagem atinjam os níveis desejados.
Albano Neca informou que os trabalhos de limpeza no canal, que vão durar oito dias, consistem em retirar matérias orgânicas vindas do rio Kwanza.
Albano Neca afirmou que devido à manutenção feita no canal, reduziu-se a distribuição no sistema três (Kikuxi) que alimenta as Estações de Tratamento da Águas (ETA) de Luanda Sudeste, Kikuxi 1 e 2 e a de Luanda Sul.
Albano Neca esclareceu que as restrições têm afectado, nos últimos dias, a distribuição no município de Belas , Kilamba Kiaxi, Viana, Talatona e o no município de Luanda a zona da Maianga.
Segundo o director de produção da EPAL, estão em actividade no local, 12 máquinas e 20 trabalhadores.
Este trabalho, disse Albano Neca, é feito anualmente no tempo seco, o que explica a quebra dos níveis de produção e a consequente baixa na distribuição.
Albano Neca informou que está a ser construído no local um novo canal, revestido com cimento, que permitirá manter os níveis de captação.
Localizado no rio Kwanza, o canal de captação de águas do Kassaqui alimenta o sistema três, na zona do Kikuxi (Viana), que por sua vez abastece cinco dos nove municípios de Luanda.

Tempo

Multimédia