Sociedade

Lixo é deixado no chão por falta de contentores

A directora do Instituto Nacional de Gestão Ambiental, Julieta Condes, pede mais contentores de lixo na Centralidade do Kilamba e maior envolvimento dos moradores no tratamento dos espaços verdes. 

Kilamba é a maior centralidade em Luanda
Fotografia: Kindala Manuel

Julieta Condes, que falava à Angop, lamentou o facto de se verificar na Centralidade do Kilamba resíduos atirados para o chão. “O número de contentores de lixo na Centralidade  não é compatível com o de moradores, um aspecto que deve ser revisto pelas autoridades”, salientou Julieta Condes.
O mau estado das zonas verdes que circundam os edifícios também é visível, pelo que apelou aos moradores a uma maior sensibilidade, visando a preservação do ambiente.
“Continuamos a apelar à população para contribuir na conservação e preservação do meio ambiente, através de campanhas  de sensibilização”, acrescentou a directora do Instituto Nacional de Gestão Ambiental. As próximas campanhas de consciencialização ambiental, ainda sem data, vão abranger as Centralidades de Cacuaco e Zango.

Tempo

Multimédia