Sociedade

Professores corruptos podem ser expulsos

O reitor da Universidade Kimpa Vita João Francisco da Silva disse que a instituição que dirige pretende evoluir para uma instituição inovadora, de aproximação às comunidades e de fixação de quadros na região.

 

Fotografia: EDIÇÕES NOVEMBRO

Há relatos de casos de corrupção na universidade. Sobre o assunto, o reitor João da Silva afirmou ser um mal que enferma algumas sociedades no mundo, e decretou tolerância zero a todos os que forem apanhados a praticar tais actos.   

"Estamos a combater de forma rigorosa esse tipo de comportamento.Na Faculdade de Direito, por exemplo, tomamos medidas sérias contra os implicados. Por causa disso, no ano passado, um docente foi expulso e outros ficaram suspensos por tempo determinado", explicou.

Tempo

Multimédia