Sociedade

Sal não iodizado foi destruído no Lobito

Sal não iodizado, impróprio para o consumo humano, foi destruído na segunda-feira, na cidade do Lobito, província de Benguela, depois de ter sido apreendido quando era transportado num camião com destino ao município da Caála, província do Huambo.

O camião, também apreendido, transportava 18 toneladas de sal não iodizado, cuja inutilização foi feita por via do lançamento do produto ao mar, na presença de representantes da Administração Municipal do Lobito, do Serviço de Investigação Criminal e da Fiscalização do Ministério das Pescas.

Tempo

Multimédia