Sociedade

Seis mil pessoas receberam consultas gratuitas

Edna Mussalo

Ao todo, seis mil pessoas aderiram, durante os três dias consecutivos, às consultas médicas gratuitas, durante o “Festival de Saúde”, promovido pelo Grupo Boavida, no Benfica, município de Belas, em Luanda.

Saúde reprodutiva foi a área mais solicitada na feira
Fotografia: Paulo Mulaza| Edições Novembro

A coordenadora do grupo, Íris Meinstolz, disse que a realização da primeira feira foi um sucesso, atendendo à adesão da população às consultas médicas, bem como ao número de expositores.
A julgar pela experiência positiva colhida nesta primeira edição do “Festival de Saúde”, o Grupo Boavida, de acordo com a fonte do Jornal de Angola, predispôs-se a realizar eventos do género anualmente.
“A adesão populacional ao evento motivou-nos a apostar na realização de feiras uma vez por ano, pois a marca preocupa-se e compromete-se com a responsabilidade social e a promoção de acções filantrópicos”, referiu.
O “Festival de Saúde”, que decorreu sob o lema “Você pode viver três vezes melhor”, destacou-se pela presença massiva de jovens que acorreram à consulta de planeamento familiar, administrada por especialistas da Maternidade Lucrécia Paim.
Nas palestras, as jovens mostraram grande interesse em informações e conselhos úteis sobre gravidez indesejada, aborto, doenças de transmissão sexual e aconselhamentos ligados à vida sexual e reprodutiva segura. Na ocasião, algumas aproveitaram para receber implantes de “chips”, injecções anticoncepcionais, pílulas e preservativos.
A médica obstetra da Maternidade Lucrécia Paim Eurídice Chongolola, disse ao Jornal de Angola que na feira se pretendeu-se levar ao conhecimento da população a importância do planeamento familiar na saúde sexual e reprodutiva para a vida das famílias, sendo este um dos indicadores mais importantes para o país.

Tempo

Multimédia