Sociedade

Septuagenária morta à paulada pelo filho

Uma cidadã de 78 anos de idade foi morta à paulada pelo filho de 35 anos, por crença de feiticismo, no município de Caconda, província da Huíla, informou a Polícia Nacional.

O facto vem expresso num relatório-síntese obtido segunda-feira pela Angop, onde se lê que o crime ocorreu quando a vítima regressava da lavra, no percurso foi interpelada pelo acusado que desferiu vários golpes na região craniana, que causaram ferimentos graves e acabou por perecer no hospital para onde foi transportada.
No mesmo período, lê-se no relatório, a Polícia registou igualmente duas violações sexuais que ocorreram nos municípios do Lubango e da Matala.
No Lubango, o incidente deu-se na via pública, mais precisamente no bairro Tchio-co, pelas 22h00. O acto foi pra-
ticado por um cidadão de 24 anos de idade que já se encontra detido, sendo a vítima uma cidadã de 22 anos.
O crime consumou-se quando a vítima dirigia-se para a residência do  namorado,  no percurso foi interpelada pelo acusado que à força levou-a para os arbustos e praticou o delito.
Na Matala, o crime sucedeu no interior de uma residência, praticado por dois cidadãos em fuga, a vítima é uma adolescente de 15 anos de idade.
No período em referência, a Polícia Nacional registou 83 crimes diversos, menos três em relação ao período anterior, dos quais 64 crimes foram esclarecidos, com 62 detidos, mais dois que na semana passada.
As ocorrências tiveram lugar nos municípios do Lubango (39), Caconda (10), Matala (seis), Humpata e Caluquembe com cinco e Chibia (quatro).
Ainda durante a semana finda, a corporação desmantelou uma associação de malfeitores, composta por seis indivíduos, que se dedicavam à prática de crimes de roubo de artigos diversos, com recurso a armas brancas, no município do Lubango.

Tempo

Multimédia