Sociedade

Sindicato quer dialogar para evitar greve

O Sindicato Nacional dos Professores (SINPROF) continua a apostar no diálogo com o Executivo com vista à aprovação, a curto prazo, do estatuto da carreira docente.

A organização sindical exige a actualização do estatuto da carreira docente
Fotografia: Daniel Benjamim | Edições Novembro

O posicionamento da organização sindical foi tornado público por Guilherme Silva, presidente do SINPROF, quando intervinha, quinta-feira, na cidade de Caxito, na cerimónia de abertura da VI reunião ordinária do Conselho Nacional do Sinprof, que decorreu até ontem sob  lema “Sinprof na defesa da liberdade sindical e dignidade do trabalho docente”.
O dirigente sindical disse que o SINPROF trabalhou, recentemente, numa proposta a volta do dossier do estatuto da carreira docente, em parceria com sindicatos do ramo. O responsável confirmou que a greve nacional dos professores pode ser retomada caso se prolongue a aprovação do referido estatuto ou mesmo se não forem atendidas outras reclamações, como acabar com as injustiças remuneratórias resultantes de um enquadramento profissional deficiente.
“Vemos no empregador  uma entidade aparentemente aberta ao diálogo a nível central, mas que tudo faz e engendra para não desembolsar mais do que tem pago aos seus quadros”, acentuou Guilherme Silva. O encontro registou a participação de representantes das 18 províncias.

Tempo

Multimédia