Sociedade

Situação da criança no país está no centro das atenções

Manuela Gomes |

Agências das Nações Unidas analisaram, na quinta-feira, em Luanda, com as autoridades angolanas assuntos relacionados com a situação da criança, da mulher e de acções de cooperação.

ONU colabora com o Governo de Angola na melhoria das condições de vida dos adolescentes
Fotografia: Victor Pedro | Edições Novembro

No quadro do reforço do compromisso da ONU de apoiar o Governo na realização dos direitos das crianças, dos jovens e das mulheres, as directoras para a região Austral e Oriental do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Leila Pakkala, e do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA), Julitta Onabanjo, estiveram em Angola para uma visita de trabalho de dois dias.Durante a visita a Angola, Jullita Onabanjo visitou à escola Ngola Kiluanje, em Luanda, onde percorreu um dos projectos que está a ser implementado.
Leila Pakkala e Julitta Onabanjo mantiveram, também, encontros de cortesia com o Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, com as ministras da Saúde, Sílvia Lutucuta, e a da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Vitória da Conceição.
A responsável da UNFPA também esteve na província da Huíla, onde manteve encontros com as autoridades locais, além de ter constatado alguns projectos de apoio às mulheres, adolescentes e crianças daquela região.
O Governo saído das últimas eleições incluiu, nas suas prioridades, a melhoria da qualidade dos serviços de saúde, redução das assimetrias sociais e a erradicação da fome.A visita conjunta de responsáveis do Unicef e do FNUAP serviu para, mais uma vez, reiterar a disponibilidade das duas agências em colaborar com as autoridades angolanas, no alcance destes resultados, através de apoio técnico e no estabelecimento de estratégias de mobilização de recursos para áreas consideradas prioritárias, definidas nos acordos de cooperação com o Governo angolano.
As duas agências colaboram com o Governo de Angola na melhoria das condições de vida dos adolescentes e jovens, através de uma forte aposta na realização de programas que promovam a sua educação e formação técnico-profissional.

Tempo

Multimédia