Sociedade

Suspeitos de assassinato de comandante detidos ontem pelo SIC

André da Costa

Cinco indivíduos, com idades compreendidas entre 26 e 53 anos, foram detidos ontem, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), por supostamente terem efectuado disparos que causaram a morte do comandante da Esquadra da Boa-Fé, no município de Viana, em Luanda, inspector-chefe António Francisco Luamba, na madrugada de terça-feira.

Fotografia: DR

O porta-voz do SIC/Luanda, superintendente-chefe Fernando de Carvalho, disse ao Jornal de Angola que os cinco marginais, identificados por Perci, Da Beleza, Zandu, Saraiva e Pausado, foram detidos por volta das cinco horas da manhã de ontem, “um dia depois de assassinarem o comandante António Luamba”.

Fernando de Carvalho explicou que o comandante perdeu a vida quando cumpria uma missão na zona do Belo Monte, na fronteira entre Cacuaco e Viana, tendo sido surpreendido pelos marginais, que, ao se aperceberem da presença de uma viatura da Polícia Nacional, que rondava a zona, abriram fogo contra os efectivos.

Fernando de Carvalho disse que foi o marginal identificado por Zandu que fez os disparos que causaram a morte do comandante, tendo as balas atingido a zona lombar.
O SIC recuperou nas mãos dos marginais duas armas de fogo, sendo uma pistola e uma AKM, bem como uma motorizada, que era usada em assaltos.
Informou que o grupo se dedicava a assaltos a pacatos cidadãos na via pública, com recurso a armas de fogo. O processo crime corre os trâmites legais. Os acusados, acrescentou, podem ser condenados a 20 anos de prisão, por homicídio simples, segundo o Código Penal.

Tempo

Multimédia