Sociedade

Testes são oferecidos nos locais de trabalho

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) está a trabalhar com uma ampla gama de parceiros, incluindo governos, sindicatos e empregadores, para realizar a iniciativa “Aconselhamento Voluntário e Testes no Trabalho.

A prevenção contra a sida salva milhões de vidas no mundo
Fotografia: Benjamim Cândido | Edições Novembro

O programa é visto como uma parte importante dos esforços globais para reduzir as lacunas no teste e no tratamento do VIH, para que seja atingido o objectivo de acabar com a doença até 2030.
A iniciativa foi lançada em 2013 pela OIT, ONUSIDA, a Organização Internacional dos Empregadores e a Confederação Internacional dos Sindicatos. Mais de 4,1 milhões de trabalhadores e familiares fizeram o teste de VIH e mais de 103 mil pessoas que apresentaram resultados positivos foram encaminhadas para o acesso ao tratamento anti-retroviral.
No Zimbabwe, por exemplo, os testes e sessões de aconselhamento sobre o vírus foram realizados em oficinas de automóveis, fábricas de alimentos e mercados. No sector informal, unidades móveis também ofereciam o serviço aos trabalhadores.
No Quénia, a OIT e parceiros prestam serviços de testes e aconselhamento para o VIH para camionistas em pontos críticos e prostitutas. A OIT trabalha conjuntamente com a Organização Central dos Sindicatos no Quénia, levando a mensagem da prevenção aos  motoristas de camião.
Segundo o director-geral da OIT, Guy Ryder, cerca de 70 por cento dos homens fizeram o teste de VIH no local de trabalho, o que demonstra claramente que o local de trabalho é fundamental para expandir efectivamente os serviços de VIH para aqueles que não estão adequadamente cobertos.

Tempo

Multimédia