Sociedade

Uma criança de três anos desaparece após castigo

Nos Estados Unidos, uma criança de três anos está desaparecida desde sábado último após o seu pai a colocar de castigo de madrugada, sozinha na rua, por ela não ter bebido o leite.

Autoridades divulgaram a foto da menina perdida
Fotografia: AFP

O caso aconteceu num subúrbio de Dallas, no estado do Texas, e o homem, de acordo com informações do jornal "The Independent", foi preso pelas autoridades no dia do incidente, acusado de abandono e de colocar um menor em situação de risco. Mas foi solto no domingo após pagar fiança.
Wesley Mathews, de 37 anos, obrigou a filha, Sherin Mathews, a ficar sozinha junto a uma árvore do outro lado da rua da casa onde vivem, no bairro de Richardson, às 3h00 da manhã. Depois de quinze minutos, o pai voltou para a ver, mas ela já não estava no local.
A polícia foi chamada apenas cinco horas depois do ocorrido. A menina tem dificuldades de fala.
Sherin Mathews disse às autoridades policiais que viu coiotes - uma espécie de cães selvagens -perto do local onde deixou a filha, mas as investigações não indicaram que a criança pudesse ter sido arrastada ou atacada por animais. 
Os policiais continuam as buscas e divulgaram um comunicado nas redes sociais a pedir informações
que levem ao seu paradeiro.
O caso lembra o episódio acontecido em maio de 2016 no Japão, quando os pais de um garoto de 7 anos o castigaram por mau comportamento e o deixaram sozinho numa floresta.
Dado como desaparecido, o menino, depois de seis dias de solidão, foi encontrado pelas autoridades escondido numa cabana nas florestas de Hokkaido. O episódio do desaparecimento da menina está a colocar no centro das discussões, mais uma vez, até que ponto os país podem ir nos castigos que aplicam aos seus filhos. E se determinados tipos de castigo não representarão uma espécie de irresponsabilidade e se os país não deveriam mesmo ser criminalizados.

Tempo

Multimédia