Sociedade

Valas de drenagem da Maianga estão desassoreadas

As valas de drenagem do distrito urbano da Maianga, município de Luanda, estão a ser desassoreadas desde ontem pela Unidade Técnica Comunitária, com o apoio da Queiroz Galvão, empresa que trata da recolha do lixo na circunscrição.

Fotografia: Jaimagens

O director técnico da Unidade Técnica Comunitária do distrito urbano da Maianga, Aires de Azevedo, disse, ontem, à Angop que o trabalho consiste na retirada de lixo colocado por moradores e começou antes do início da época das chuvas para evitar transtornos.    
As valas intervencionadas são as do Senado da Câmara, do Rocha Pinto e dos rios Seco e Cambamba. A vala do Senado da Câmara começa na Cidadela Desportiva e passa por vários bairros, incluindo o Cassequel do Buraco, para desembocar no mar. O troço da vala do Senado da Câmara
que está no Catinton vai ser aprofundado para evitar que, em caso de cheia, as águas cheguemàs moradias.

Tempo

Multimédia