Sociedade

Vencedores repartem "Prémio Ratzinger"

O Papa Francisco distinguiu ontem os três vencedores da sétima edição do “Prémio Ratzinger”, considerado o “Nobel” da Teologia.
Um dos três vencedores foi o compositor estónio Arvo Pärt, cristão ortodoxo e membro do Conselho Pontifício da Cultura (Santa Sé) desde 2011.

Fotografia: Rógerio Tuti| Edições Novembro

Arvo Pärt compôs a peça musical “Os três pastorinhos de Fátima” (Drei Hirtenkinder aus Fátima), que se estreou em Portugal em Fevereiro de 2015, por ocasião do Centenário das Aparições.
 Francisco afirmou que “a verdade de Cristo não é só para solistas, mas é sinfónica, pois requer uma dócil colaboração e uma harmoniosa partilha”.
"Buscar, estudar, contemplar e traduzir a verdade na prática atrai-nos com força rumo à plena união entre nós. Assim, a verdade se torna uma fonte viva de elos de amor, cada vez mais íntimos”, disse o Papa aos vencedores desta edição.

Tempo

Multimédia