Sociedade

Vias em reparação podem ser reabertas

Algumas ruas secundárias, entre as quais a Primeira Travessa da Avenida Comandante Gika, Avó Kumbi e Kimbango/Kalemba 2, que beneficiavam de obras, entretanto paralisadas por falta de recursos financeiros serão reabertas nos próximos dias.

Fotografia: Contreiras Pipa| Edições Novembro

O director do Gabinete Provincial de Infra-estruturas de Luanda, Osvaldo Amaral, disse depois de uma visita a algumas estradas encerradas, que o Governo de Luanda está, em conjunto com o Ministério das Finanças, a tentar obter um valor adicional para dar seguimento a estas empreitadas.
“Vamos contar com o apoio de algumas empresas e com os poucos recursos que temos para melhorarmos o sistema viário da cidade”, disse o responsável.
Referiu que as obras da Rua Senado da Câmara,  paralisadas há anos, são da responsabilidade do Ministério da Construção e em breve também serão retomadas.Em consequência da interdição destas ruas, os automobilistas e transeuntes passam por algumas dificuldades, pois em muitos casos são obrigados a fazer longas distâncias para contornar as barreiras de protecção às obras, ou circulam em passagens com muitos buracos, águas estagnadas e lixo à mistura.   
No dia 2 de Fevereiro, o Governo da Província de Luanda orientou as administrações municipais no sentido da reabertura das estradas encerradas para reabilitação e paralisadas por falta de financiamento.Todas as estradas que se encontram fechadas ou obstruídas para obras, quer na periferia quer na zona urbana, há mais de dois anos por motivos financeiros devem ser reabertas para melhorar a mobilidade rodoviária em Luanda.

Tempo

Multimédia