Sociedade

Viaturas apreendidas há sete anos entregues aos proprietários

Adelaide Mualimusi| Ondjiva

Um total de 300 viaturas apreendidas, há mais de sete anos, pela Administração Geral Tributária e Polícia Nacional, na província do Cunene, por força do decreto presidencial que proibia a entrada no país de viaturas com tempo de uso superior a três anos, é entregue aos seus  proprietários nos próximos dias, anunciou ontem em Ondjiva, o subprocurador da República, Clemente Cabinda.

Fotografia: DR

Clemente Cabinda disse que, por causa do decreto presidencial que alterou a entrada de viaturas ligeiras, com tempo de uso até seis anos, e 10 anos para os pesados, os proprietários das viaturas apreendidas devem comparecer à Procuradoria Geral da República para procederem ao levantamento dos referidos meios. Devem fazer-se acompanhar de fotocópia do bilhete de identidade do importador e,  se for falecido, os parentes com direitos devem também apresentar o certificado de óbito original autenticado.
O subprocurador-geral da República disse que só serão entregues as viaturas com volante à esquerda, uma vez que as com volante à direita não serão autorizadas a circular no país, devendo os proprietários recebê-las com recomendação para a sua destruição de modo a aproveitar alguns acessórios.

Tempo

Multimédia